segunda-feira, 12 de julho de 2010

A Necessidade de uma dieta Yogue



A prática da yoga é acompanhada de uma espécie de ritual, em que outros elementos além das posturas devem ser levados em consideração. Assim, uma dieta Yogue complementa os exercícios, aumentando os benefícios que se podem conseguir com a Yoga.

Uma das coisas importante, com relação á alimentação, é não comer, quando se sente fatigado. Outra coisa, é beber um copo de limonada, adoçada com mel, de manhã, em jejum, diariamente.

Depois dos 35 anos, é recomendado fazer apenas uma refeição substancial por dia. E esta deve ser o almoço. O jantar deve ser substituído por um lanche leve, de frutas, coalhada, ou por uma sopa leve de cereais. Esse conselho tem fundamentos científicos, pois o funcionamento dos órgãos se torna mais lento a partir de uma certa idade.

É um costume generalizado tomar água ou sucos, durante as refeições. Essa prática é extremamente prejudicial, pois a ingestão de líquidos durante as refeições perturba a digestão.

Evite gorduras. Elas são prejudiciais a vários orgãos.

Evite e , se conseguir, elimine totalmente, o álcool e o fumo.

Procure fazer uma dieta de frutas um dia por semana.

Evite açucar branco. O açúcar refinado contém alvejantes químicos que são prejudiciais à saúde.

Diminua o uso de doces e massas, que provocam fermentação, trazendo vários distúrbios.

A Dieta

Uma boa dieta pode ser feita sem que sinta fome ou fraqueza. Ela deverá conter todos os elementos indispensáveis aos organismo, para não prejudicar nenhuma função orgânica.

A dieta Yogue consiste num período de desentoxicação do organismo, que dura de 3 a 7 dias. Nestes dias deve-se comer apenas frutas, coalhada, mel e um caldo yogue.

Você pode seguir  a dieta da seguinte forma:
De manhã, ao levantar, tome um copo de limonada com mel. Em seguida como uma maça e uma pera.
Ao almoço, quatro pratos de caldo.
Ao deitar, uma xícara de coalhada adoçada com mel.

Aqui está a receita do caldo yogue:

4 litros de água
3 cenouras
1 beterraba pequena
2 cebolas grandes
1 macinho de rabanetes
1 repolho pequeno
2 batatinhas
1 maço pequeno de brócolis
200 gr. de vagens
2 tomates
250 de abóbora
1 cabeça de alho
1 maço pequeno de espinafre
1 maço de agrião
2 nabos
1 pitada de sal

Preparação:
Passe uma parte dos legumes no liquidificador, e cozinhe tudo numa panela de pressão.

Essa dieta deverá ser alternada com a dieta de frutas:

Pela manhã, tome um copo de limonada com mel e uma hora depois uma maça.
Duas horas depois como uma banana
Ao almoço, coma 2 pêssegos e um figo.
Entre o almoço e o jantar coma uma pera e uma laranja.
Ao jantar, coma uvas e uma fatia de mamão.
Ao deitar coma 1 maçã.

A dieta pode variar, modificando-se a ordem das frutas, ou introduzindo frutas diferentes.

4 comentários:

  1. Oi, Eugênia, gostei muito dessa dica. Será que eu consigo seguir pelo menos parte de tudo isso? Tomara! Viver é aprender um pouco por dia. Bjs

    ResponderExcluir
  2. OLÂ, MAS E DEPOIS DESTA DESINTOXICAÇÃO, QUAL ALIMENTAÇÃO DEVE SER SEGUIDA ?

    ResponderExcluir
  3. ENGRAÇADO, VEMOS AS VEZES ATRAVES DE FOTOS MESTRES YOGES INDIANOS GORDOS, POR EX. YOGANANDA ERA GORDINHO.
    PORQUE SERÁ ?

    ResponderExcluir
  4. Olá, Mauricio.

    A dieta yoga promete vitalidade ao seu corpo, assim como todas as dietas de desintoxicação. Ou seja, não é para emagrecer, muito embora auxilie.

    A alimentação saúdavel é sempre muito bem vida, antes e após a desintoxicação.

    Abraços!

    ResponderExcluir